sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Resposta ao desafio

Respondendo ao desafio do blog http://ematejoca-ematejoca.blogspot.com/

Desde criança eu tive contato com o mundo dos livros mas foi só aos onze anos que realmente passei a ser fanática por livro.

Quando era criança eu lia muito pouco, só livros de histórias e a que eu mais gostava era a dos três porquinhos.

Com onze anos, quando entrei para a 5ª série ginasial, minha professora de português pediu para comprarmos uma série de contos que tinha o título “Para Gostar de Ler” e A partir daí eu entrei de cabeça no mundo da leitura.

Minha escola tinha uma biblioteca que eu devorei e cheguei ao ponto de indicar livro para a professora responsável por ela .

Daquela época o livro que mais me marcou foi “A Ladeira da Saudade” de Ganymédes José. Li esse livro mais de onze vezes por alto.

Esse livro conta a história de uma adolescente paulistana que por estar em crise com a mãe é enviada a força pra casa de uma tia de seu pai em Ouro Preto, lá ela descobre não apenas que sua tia é maravilhosa como também descobre a história de amor do poeta Thomas Antonio Gonzaga por Marília e com ele também descobre o amor.

O autor descreve magnificamente a cidade de Ouro Preto pela qual eu sou apaixonada mesmo sem conhecer, acho que esse amor vem de outras vidas.

E ai... eu consegui responder bem ao desafio?

5 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Ouro Preto é mesmo uma cidadde qwue envolve a gente. Um amigo, que é de lá, diz que até hoje as pessoas em Ouro Preto cultivam o hábito da confidência.
Cadinho RoCo

Pedrita disse...

que delícia querida. eu vou responder também, até já montei um pouco o texto mentalmente, mas terá que esperar um pouco. estou ainda na correria. eu chamava essa coleção para detestar de ler. nunca fui muito fã de contos. e essa coleção só me afastou dos livros. tive sorte que não foram os únicos que tive contato e não peguei horror aos livros. beijos, pedrita

ematejoca disse...

Muitíssimo obrigada pelas suas respostas. Gostei muito, porque sao diferentes. Estou também com muita curiosidade da resposta da Pedrita.

Postei no "ematejoca azul" para ficarem todas as respostas juntas.

Saudacoes natalícias de D´dorf!

Adriana Sales Zardini disse...

Que legal esse livro!! Eu me lembro desse autor na minha adolescência tb! Mas não conheço o livro! FAlar de Ouro Preto e Tomaz A. Gonzada ... hum... deve ser ótimo!
Abraço,
Adri

Clover disse...

Esse eu não li, mas li "Por uma semente de paz", acho que reli mais duas vezes depois disso. Mas o livro da minha infância mesmo é o "Sozinha no mundo", do Marcos Rey. O chato é que eu reli depois de adulta e ele perdeu muito do "encanto", mas é inesquecível pra mim.

Abraço